A Desconhecida, Mary Kubica

By Luciana Souza - Maio Literário - 14:36

Sinopse - "Mais um instigante thriller psicológico da mesma autora de A Garota Perfeita, best-seller do The New York Times Todos os dias, a humanitária Heidi pega o trem suspenso de Chicago e se dirige ao trabalho, uma ONG que atende refugiados e pessoas com dificuldades. Em uma dessas viagens diárias ela se compadece de uma adolescente, que vive zanzando pelas estações com um bebê. É fato que as duas vivem nas ruas e estão sofrendo com a fome, a umidade e o frio intenso que castigam Chicago. Num ímpeto, Heidi resolve acolher Willow, a garota, e Ruby, a criança, em sua casa, provocando incômodo em seu marido e sua filha pré-adolescente. Arredia e taciturna, Willow não se abre e parece esconder algo sério ou estar fugindo de alguém. Mas Heidi segue alheia ao perigo de abrigar uma total estranha em casa. Porém Chris, seu marido, e Zoe, sua filha, têm plena convicção de que Willow é um foco de problemas e se mantêm alertas. Em um crescente de tensão, capítulo após capítulo a verdade é revelada e o leitor irá descobrir quem tem razão."
A edição está simples por dentro, mas essa capa é perfeita para a proposta do livro. As folhas são amareladas e de boa qualidade. Achei as letras um pouco pequenas, mas como os espaçamentos entre elas está muito bom, dá para ler sem problema. A narração está em primeira pessoa com capítulos intercalados entre Heidi, Chris e Willow. Os capítulos de Willow são contando coisas do passado até o momento presente da história. Ler A desconhecida reforçou a razão dos trilhers serem os meus livros prediletos, a tensão, o mistério, o suspense, tudo caminha para histórias impactantes e muito envolventes, esta trama de Mary Kubica me fez amar ainda mais o gênero pois apresentou um enredo incrível, cheio de reviravoltas e ganchos de tirar o fôlego. 

Adorei a Willow! Senti uma empatia enorme por ela. Eu ficava tentando descobrir como a garota chegou aquele ponto de parar na rua com uma criança de colo. Isso nós vamos descobrindo aos poucos e montando as peças desse quebra-cabeça. Senti-me muito sensibilizada pela condição dessa personagem e o seu final acabou sendo condizente com seus atos.

Outro ponto interessante é a ênfase que a autora tem em nos mostrar como seus personagens possuem problemas e falhas profundas fazendo com que deste modo tenhamos empatia por aquela situação, por aquele personagem. Não dá para explicar muito bem para vocês sem dar spoiler, mas o fato é que nos capítulos alternados de Willow, podemos perceber que ela está sendo interrogada por algo muito ruim que ela fez, enquanto que os capítulos de Heidi e Chris são do presente, nos contando o que está acontecendo. E isso só serve pra aumentar ainda mais nossa tensão sobre o que afinal, aconteceu. 

Depois de toda a explosão de mistério durante o livro inteiro, Mary Kubica traça maravilhosamente bem essa relação, tornando deste modo uma autora incrível do gênero. Vale mencionar que tanto este quanto A Garota Perfeita são obras do começo da carreira de Mary por tanto podemos esperar um ótimo desenvolvimento da escritora. Gosto que o próprio autor me diz tudo que aconteceu, mas com absoluta certeza recomendo muito que vocês leiam essa bela história, com esse incrível suspense.

  • Share:

You Might Also Like

5 Comentários

  1. Eu cheguei a começar a ler esse livro mas acabei interrompendo a leitura por algum motivo que não me lembro mas quando eu voltei a ler o livro eu percebi que a leitura era um pouco de diosa não sei se foi eu ou realmente o livro não agradou muito a gente mas acabei abandonando a leitura

    ResponderExcluir
  2. Luciana!
    Gosto demais de thrillers psicológicos, porque ficamos totalmente ligados e não queremos desgrudar do livro.
    E ver que as personagens tem defeitos e virtudes, torna a leitura mais crível e aproxima do leitor, porque é mais fácil nos identificarmos.
    Gostaria demais poder ler.
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Olá !
    Já ouvi muitos comentários positivos sobre esse livro e autora mas não tive oportunidade de ler ainda !

    Já está nos desejados 2018!

    ResponderExcluir
  4. Não o conhecia até agora rs
    Amo thrillers psicológicos, sou completamente apaixonada mesmo, acho que vou dar mais uma pesquisada sobre ele até!
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu já tinha visto resenha desse livro, a premissa é muito boa, um triller que deixa o leitor intrigado com a trama e de todo o desenvolvimento. Eu quero muito ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir