A poção perdida, Amy Alward

By Juliana Rovere - 08:58

Olá! Semana passada a Editora Jangada divulgou o terceiro volume da série Diário de uma garota alquimista: "A poção mortal". Isso me lembrou que eu ainda não havia publicado a resenha do segundo volume, "A poção perdida". Gente, essa série me conquistou e não foi pouco. Para quem quiser ver a resenha do primeiro livro, está aqui.

Livro: A Poção Perdida (Diário de uma Garota Alquimista #2)
Título Original: Royal Tour, vol. 2 The Potion Diaries
Autor(a): Amy Alward
Editora: Jangada
Páginas: 448
Compare e Compre

Depois de vencer a Caçada Selvagem, salvando a Princesa Evelyn, a vida de Sam Kemi mudou completamente! Com uma avalanche de entrevistas na TV, o trabalho na loja de poções da família e os preparativos para acompanhar a Princesa – sua nova melhor amiga – numa grande viagem internacional, tudo parece estar indo muito bem, até que de repente não está mais...Alguém adulterou a mente do avô de Sam para tentar descobrir a fórmula da Aqua Vitae, uma poção capaz de curar qualquer doença e que estava perdida entre as páginas de um antigo diário da família Kemi. Sem suas memórias e precioso conhecimento, seu avô está cada vez mais perdido e confuso. E, conforme o tempo passa, seu estado só vai piorando. Agora, Sam precisa encontrar a receita perdida da poção mais poderosa do mundo, aquela que as pessoas matariam para pôr as mãos, e também tentar trazer as memórias do seu avô de volta. Trocando vestidos, príncipes e palácios por dragões, centauros e cavernas, Sam começa a aventura mais importante e perigosa de sua vida – na qual tudo pode acontecer!

Sam agora é famosa: ela e a Princesa saíram em turnê e quando tudo parecia que ia voltar a normalidade, seu avô tem suas memórias roubadas e corre risco de vida! O mais interessante é que tudo leva a poção Aqua Vitae, que sua bisavó Cleo supostamente terminou: até os fóruns de discussão confabulam sobre isso. O problema é que as páginas do diário onde havia estado essa fórmula se perderam, como já soubemos no livro anterior. Samantha, agora, precisa correr contra o tempo para salvar seu avô e sem ninguém desconfiar, afinal também há outras pessoas atrás dos ingredientes, como Emília, que escapou da prisão e o Príncipe Stefan, que está com um problema com a família real do seu reino.



Eu seguro a mão de Zain com força.
De repente tudo parece tão real. Estou em outra Caçada.
Espero muito que estejamos numa maré de sorte”. _Pág.148

Sam conta com a ajuda da Princesa, de sua melhor amiga (muito bom ver que, mesmo com uma super amizade com a princesa, Anita é quem a garota procura quando tudo desaba), o irmão dela e de Zain, que agora é seu namorado. Achei legal que o romance não ficou tanto em primeiro plano como no outro livro, mas teve momentos e cenas fofas. Sobre a família Kemi: finalmente o brilho que lhes fora negado ressurgiu e os negócios vão muito bem, a loja funciona como nunca, exceto quando o vovô começa a apresentar sintomas de esquecimento. Fora isso, a "doença" do avô uniu mais os Kemis e novamente Molly terá um importante papel na trama. A autora não foi óbvia em suas escolhas e a história, mesmo que tenha alguns clichês aponta caminhos mas na verdade segue outros. Há também flashback, da verdade uma poção que Emília usa em Sam que a faz ver seu avõ com mais ou menos sua idade e com a bisavó parecendo "enlouquecida".



A que ponto eu chegaria por uma poção poderosa como a Aqua Vitae? É uma pergunta que nem eu quero saber a resposta.  

O que mais gosto na série é a mitologia que Amy constrói: o lugar que possui tecnologia, internet, fóruns de discussão mas ao mesmo tempo também tem selvas, florestas e criaturas que, quando exploradas nos levam para outro mundo. Dessa vez, uns dos perigos que Samantha vai enfrentar são centauros e dragões. Pessoas ardilosas também estão na lista, como Emilia (de novo) e o príncipe Stefan. Além, é claro de um desfecho daqueles, para fazer passar mal até esperar o terceiro (snif) e último volume. Outra coisa legal, que eu já havia comentado no primeiro livro é a forma como a autora aborda os gêneros. No primeiro volume, Evelyn se apaixona por ela mesmo e quando fala é muito natural. Dessa vez, a princesa é intimada a casar, mas já está encantada por outra pessoa... e a forma como mostra também surpreende. A edição está linda, tanto quanto a outra. A editora preserva a capa original que é linda demais! A escrita de Amy é fluída e dá vontade de devorar a história de uma vez! Ansiosa pela última parte da história e fazendo minhas apostas! 


Besos!

  • Share:

You Might Also Like

7 Comentários

  1. Hey Ju!
    Adorei a resenha, já estou com esse livro e o outro nos desejados, só aguardando uma oportunidade.
    A escrita me chamou atenção, algumas resenhas que li foram bastantes positivas o que me desperta ainda mas vontade de ler...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada pela capa! Adorei a resenha, pretendo lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas dessa série são incríveis mesmo <3

      Excluir
  3. Sou apaixonada pela editora e já estou com o primeiro livro na lista de leituras a muito tempo. Interessante esse ponto da protagonista se apaixonar por si mesma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi no primeiro volume, o que deu o pontapé da história toda, através de uma poção do amor.
      Bjs!

      Excluir
  4. Eu confesso que não conhecia a série, mesmo já estando no terceiro volume. Pela resenha do volume dois dá pra ver que é um enredo cheio de encantos e outras coisas, que mesmo passeando pelos clichês (quando bem feito não vejo problema nenhum)acaba surpreendendo pelas escolhas da autora. Eu gostei muito da capa e tb dessa mistura entre modernidades, centauros, dragões, etc. Dica anotada.

    ResponderExcluir