A barraca do beijo, The Kissing Booth

By Juliana Rovere - 11:53

Não tem jeito. Todo mês tem algo na Netflix que é aquele estouro: todo mundo comentando. No final de maio o assunto era o filme "A barraca do beijo". Que nome! De barraca do beijo só conheço a da festa junina. Fui lá conferir. E não é que exatamente essa a brincadeira que muda a vida da protagonista? 

A premissa é a seguinte: dois amigos (Elle e Lee) que nasceram no mesmo dia e cresceram juntos, possuem algumas regras no relacionamento, uma delas inclui não se relacionar amorosamente com nenhum parente de ambos. Acontece que Elle tem uma queda em segredo pelo irmão bonitão do amigo, o Noah. Em meio aos acontecimentos desastrosos na vida da menina, que passa uma vergonha trás da outra, eles precisam decidir qual será a brincadeira que colocarão na feira da escola. E é aí que tudo  muda:  ao promoverem uma barraca do beijo.



O filme tem centenas de clichês mas me surpreendeu ao não fazer o maior clichê que filme de amizade geralmente faz. Os esteriótipos da escola estão lá: as populares, denominadas por Elle de garotas  OMG, os nerds, o pessoal do teatro... e como sempre nesse tipo de filme, há um baile onde as coisas não saem como planejado. A amizade de Lee e Elle é daquelas que envolvem até a família e como a garota perdeu a mãe cedo, foi bem legal ver a mãe dos meninos a acolhendo no momento em que precisa. Eles são parecidos em muitos pontos. Já Noah é explosivo, está sempre se envolvendo em brigas, em festas e com muitas garotas. Ao mesmo tempo, Noah é um dos personagens que apesar dos clichês traz um pouco da diferença no filme por mostrar que realmente se importa com Elle.

Resultado de imagem para a barraca do beijo gif filme

Vi muitas pessoas criticarem a amizade de Elle e Lee, considerando-a abusiva. Penso que, quando pequenos, eles criaram regras como uma forma de fortalecer a amizade. Apesar de não ter tido uma perda como Elle, Lee é um menino que sempre viveu a sombra do irmão, e a amizade com a garota era a única coisa que era "sua". Então, não acredito em abusiva. Ele é bem idiota em vários momentos, mas ao final tem uma atitude legal quando vê que a amiga está infeliz. Elle também esconde do amigo os seus sentimentos e eu acredito que se fosse tudo posto às claras a situação seria melhor resolvida. Mas aí, como não temos vilões nesse filme, não haveria conflito. Noah também é considerado abusivo por alguns, por afastar meninos da Elle. Vamos lá: você gosta da amiga do irmão e não tem qualquer abertura para dizer o que sente, e nem sequer sabe o que sente e faz o que todo adolescente faz: COISAS ESTÚPIDAS. Ir além no julgamento de qualquer personagem é ser muito militante. Todo mundo erra e é isso o que o filme quer mostrar. Mas ainda: é a fase de transição, da descoberta do primeiro amor, da amizade e do início de novos ciclos. Cumpre com o papel de entreter. Aprovado!




Para quem deseja dar boas risadas, torcer pela protagonista, dar uns suspiros (Noah aparece sem camisa umas 100 vezes), eu recomendo. Vão sem pretensão, até porque eu não acredito que mereça todo esse cartaz que estão pintando. É só mais um filme adolescente. Fazendo um trocadilho com aquele filme dos anos 90, "é só mais um besteirol americano."

#pas

Deixo o trailer para vocês! Besos

Data de lançamento: 11 de maio de 2018 na Netflix (1h 45min)
Direção: Vince Marcello
Elenco: Joey King, Joel Courtney, Jacob Elordi mais
Gêneros Comédia , Romance
Nacionalidade Reino Unido





PS: O filme é baseado num livro da autora  Beth Reekles, que começou no Wattpad.


PS2: Os atores que interpretam Elle e Noah se conheceram nas filmagens e namoram desde então. Apesar da diferença de altura (eu só pensava nisso o filme inteiro) os dois são bem shippáveis! rs

PS3: A mãe dos meninos é a Molly Ringwald, que fez Clube dos Cinco, fofa!


  • Share:

You Might Also Like

10 Comentários

  1. Acabei vendo este filme estes dias, por pura pressão de tantos comentários em um site de cinema que frequento!
    Mesmo já tendo passado bem da idade, adoro um enredo mais voltado para o público jovem e o filme é todo assim, jovem e descontraído!
    Eu acho que de vez em sempre, a gente precisa disso: se sentar no sofá da sala e deixar que a leveza e descontração de um cenário que não nos pertence mais, nos pegue de jeito.
    A Barraca do Beijo é super recomendado, eu adorei!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo!! Já temos mazelas demais na vida!!
      Beijoos

      Excluir
  2. Olááá!
    Esse filme tá dando o que falar mesmo. Pretendo ver logo. Confesso que li sua resenha bem rápido com medo de levar spoilers, mas estou livre deles kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA, em todas as minhas resenhas eu tento não dar spoiler. Eu gosto, mas sei que tem gente que não,fica tranquila!!

      Excluir
  3. Esse filme está por toda parte, ahah. Eu não sabia que a história havia surgido através do Wattpad. Embora altamente clichê, pretendo ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Descobri só depois que assisti também. Beijos Alice!

      Excluir
  4. Realmente tem sempre algo que ganha destaque nas redes quando se trata de Netflix. Desse filme eu ainda não tinha lido nada. Realmente parece bem clichê, mas o que importa realmente é um enredo gostoso de acompanhar e personagens que nos conquistem. A trama tem situações interessantes, dando mais consistência à história. Gostei da dica, afinal gosto do estilo besteirol americano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Assiste e conta aqui, Evandro!!~
      Beijos

      Excluir
  5. Demorei mas apareci!
    definitivamente precisamos de uma continuação!
    Fiquei arrasado com aquele final e o Lee ainda atrapalhou boa parte da história kkkkkkkk babaca level hard
    espero que a netflix anuncie uma sequencia logo logo

    ResponderExcluir
  6. Espetáculo!!! Não conhecia e vou assitir hoje! Seu link já está direcionado em nosso site
    https://tugalink.com/a-barraca-do-beijo-novo-filme-netflix/
    Obrigadinho!

    ResponderExcluir