[Crônicas de Quinta]: Alguns Amores e Café Preto

By Luciana Souza - Maio Literário - 09:42

Chega uma altura da vida em que nos pegamos pensando em tudo que já vivemos em relação ao amor nessa jornada que chamamos de vida. Pensamos em todas as noites em claro pensando naquela pessoa meiga e atenciosa que conhecemos naquele dia. Pensamos nas noites em claro chorando por aquela que simplesmente resolveu que era hora de ir embora mesmo que não tivéssemos prontos para tal separação. Engraçado isso. Se pararmos bem para pensar é sempre assim nunca estamos prontos para uma separação seja ela amorosa, familiar ou de amizade...o que não deixa de ser amor não é mesmo? 

A verdade é que tenho gastado algumas horas em meio a xicaras de café preto pensando e analisando onde foi que tudo teve seu fim. Quantos amores eu vivi, ou acreditei ter vivido enquanto na verdade não era bem isso que se passava naquele momento. Café preto. É o que tem me movido nesses dias pensativos, como combustível para um carro. Há folhas pela casa. Andei escrevendo sobre eles. 

Sobre os amores que já encontrei. 

Sobre os meios. 

Sobre os caminhos. 

Sobre os desvios. 

Sobre o fim. Escrevi sobre todos eles. 

Mais um dia começa e eu estou aqui novamente com minha xicara e um novo pensamento em minha mente, um pensamento sobre o futuro. Sobre o que devo fazer e sobre onde não devo errar novamente. Porque é sempre assim, sempre nos culpamos por algo que não deu certo, mesmo que tenhamos feito tudo que estava ao nosso alcance. 

Sempre parece pouco. 

Sempre parece que deixamos que a outra pessoa escape por entre nossos dedos como água quente apanhada no velho bebedouro do metro. Verdade seja dita, quando se trata de amor nunca sabemos bem o que fazer ou como agir, apenas seguimos o fluxo na esperança de que dessa vez...pelo menos dessa vez, tudo finalmente dê certo.

  • Share:

You Might Also Like

14 Comentários

  1. Que lindo :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Luciana!!!
    Quem nunca se pegou exatamente assim?
    Eu me vejo assim todos os dias...Com um café preto nas mãos me lembrando do que já se foi e no que ainda está por vir nessa minha jornada..
    Ameeeei!
    Parabéns!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, mas não devemos viver desses pensamentos. Um beijo moça.

      Excluir
  3. As vezes, visualizar o infinito sem saber ao certo para onde vamos ou com quem vamos, é a melhor maneira de nos dar aquele beliscão e nos provar que estamos vivos, abertos a tudo que ainda virá!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, só não podemos esquecer de viver as vezes. Um beijo moça.

      Excluir
  4. O amor é uma completa interrogação, é incompreensível, não se pode explicar, apenas nos resta vivê-lo, e como o texto diz, esperar que dê certo quando nos deparamos com ele...
    Abraços, amei seu texto! Parabéns, Luciana!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo. Verdade, costumamos nos culpar pelas falhas e ter todo o peso nas costas.

    ResponderExcluir
  6. Luciana!
    Café é sempre um bom companheiro para todas as ocasiões.
    Já pensou que você pode não ter errado e sim a outra pessoa?
    Amores são assim, tem de ter uma conexão mais duradoura para darem certo, se não aconteceu ainda, é porque não é aquele e não precisa necessariamente ter algo de errado com você...
    Desejo um ótimo final de semana!
    “A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA AGOSTO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Amo bastante esses textos, traz um sentimento imenso dentro de mim, me faz pensar em cada palavrinha que você escreve e que as vezes e verdade, adorei muito..Parabéns!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  8. Linda e emocionante, como sempre!
    Amei!
    É verdade, a vida nos traz muitos fins, e é sempre duro recomeçar. Embora seja imprescindível.
    Com café ou mesmo um chazinho e um livro, espairecemos mais, né? É o que eu faço quando tô passando por um "fim" kk
    bjsss

    ResponderExcluir