[Crônicas de Quinta]: Amor não é Jogo.

By Luciana Souza - Maio Literário - 17:50

Esta bem, não sou lá a melhor pessoa do mundo ou a mais sensata por assim se dizer quando o assunto é amor, e muito menos a mais sortuda nessa área, mas entre idas e vindas, tombos e decepções você aprende algumas regras sobre ele, mas devo dizer que isso varia muito, conheço pessoas que nunca aprenderam com seus erros e sinceramente acho que nunca aprenderão. 

É importante saber que no “jogo do amor” não existe jogo, só amor, e que você precisa estar preparada para tudo o que pode acontecer, não que você vá embarcar em algo com o pensamento de que tudo vai dar errado, por Deus, não faça isso mas entre ciente dos prós e contras. Eu costumo dizer que quando se embarca num amor você está sujeito a tudo, a sofrer, a chorar, a rir, a ser feliz e tudo mais, tudo vai depender do que está escrito e do que fazem por ele, antes de tudo lembre-se daquela frase clichê que todo mundo conhece e poucos seguem realmente “ame-se para depois amar alguém” isso é de lei, mas não basta apenas dizer eu me amo, tem que amar de verdade. 

Se entregue a uma relação de corpo e alma pois se não o fizer pouco provavelmente dará certo, se você não está cem por cento ali, você não esta vivendo, esta apenas aturando, e amor não se atura se vive. Lembre-se que a pessoa ao seu lado vai te magoar, é fato, mesmo que vocês terminem felizes para sempre, ela vai te magoar, assim como você a magoará em algum momento da vida mesmo que seja com uma única palavra (mas há exceções a regra). 

O amor é um sentimento puro que ilumina os dias e deixa o coração mais leve, se isso não esta acontecendo com você, das duas uma, ou você esta fazendo isso errado ou com a pessoa errada, amar sozinha dói e o amor também cansa, guarde isso com você, é preciso que entenda a hora de parar, mesmo que pareça o fim do mundo e que você nunca mais será feliz, e que esse amor não tem fim, talvez não tenha mesmo, eu gosto de acreditar que amores sinceros e verdadeiros sempre deixam resquícios e marcas, boas e ruins, mas que o conforte nas lembranças, afinal nada é um mar de rosas. 

Viva os dias como tem que ser, aproveite cada instante, eles são únicos e lhe farão falta em algum momento da sua vida, momentos engraçados, de carinho, de conforto, momentos únicos de cumplicidade, lembre-se tudo fica na lembrança, nada se perde totalmente, então faça amor, não faça jogo.

  • Share:

You Might Also Like

6 Comentários

  1. O amor não é um jogo. Nunca foi e nunca será! O amor é amor, puro e simples como você citou acima, de forma poética e natural.
    E acredito nos meus devaneios, tudo ficará mais leve quando as pessoas pararem de encarar o amor como disputa, brincadeiras e sim, como sentimentos!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Está aí uma coisa que nunca aprendo, provavelmente não tenho muita sorte quando o assunto é amor.
    Sou dessas que já entra em um relacionamento pensando em vários motivos que não vai dá certo, talvez por medo de sofrer de novo.

    ResponderExcluir
  3. Oi! Falar de amor é complicado, se pessoa pode ter passado por 10, 20 relacionamentos, mas sempre vai ter que começa-los no papel em branco, o que você aprendeu na antiga pode não servir para a atual. Concordo sobre amar-se antes de oferecer amor, caso não faça isso, é certo se magoar.

    ResponderExcluir
  4. O sentimento que não se explica, apenas se sente. Sempre achei que amor fosse algo que se construísse. É uma conexão feita pelos dois lados. Concordo que temos que nos entregar, embora eu mesma seja um pouco falha nisso, haha. Linda crônica.

    ResponderExcluir
  5. Pois é Luciana!
    Não existe essa de jogo do amor, embora acredite no jogo da conquista.
    Amor é apenas amor e temos de encará-lo e superar, suportar, determinadas situações e tentar resolver da melhor maneira possível, mas se há amor verdadeiro, tudo consegue ser superado.
    Conselho: entreguem-se ao amor!
    Desejo um ótimo feriado e final de semana!
    “Para cada minuto que você se aborrece você perde sessenta segundos de felicidade.” (Ralph Waldo Emerson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA NOVEMBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto e sábios conselhos.
    O que vem do amor tem que ser lindo e puro como o amor é.
    problemas todos temos, mas se tá machucando, irritando, perturbando... não é bom, tem que dar uma pausa, a vida é muito curta pra gente perder tempo com quem não nos ama e valoriza de verdade.
    bjs

    ResponderExcluir